SOU EMPREENDEDOR?

Mais do que nunca precisamos desenvolver nossa aptidão para empreender, seja pela falta de empregos mesmo, por desejar ser dono do seu trabalho, ou até porque as empresas esperam profissionais que fazem acontecer. O primeiro passo é conhecer seu perfil, se mais ousado ou mais maratonista, para não errar na escolha do tipo de negócio. Qualquer que seja a motivação ou o tipo de negócio, ele sempre deverá atender necessidades (problemas, carências) e/ ou desejos (aspirações, explícitas ou não), para assim atrair interessados e se sustentar. Essa é a equação básica do negócio: agregar valor (benefício x custo percebidos) para capturar valor (lucro, crescimento).
Você enxerga solução para um problema do mercado ou de um nicho? Ou está convicto que tem uma oportunidade de fazer algo melhor ou com mais atratividade? Se for o caso, possivelmente você já está pequisando o assunto, elaborando ideias e discutindo com outros para testar sua aceitação, com entusiasmo. Caso contrário, e se você honestamente não gosta de mudanças e riscos, não tem perseverança e resiliência para enfrentar barreiras, talvez fique melhor como empregado mesmo, com responsabilidades mais limitadas e menos perturbação. Mas sempre é tempo de descobrir e aprender, pela vocação ou pela necessidade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − dois =